terça-feira, 6 de abril de 2010

Encontro/debate com a AMRTalude

A precariedade concentra-se de maneiras diferentes e em diferentes sectores da sociedade, as pessoas que vivem nos bairros sociais representam um dos sectores mais massacrados por esta chantagem, para além de estarem submetidas às mais diversas precariedades laborais estão geograficamente excluídas do sistema social e económico.

O MayDay Lisboa quer, também, dar voz aos precários que vivem nestes bairros e por isso aceita o desafio da Associação de Melhoramentos e Recreativo do Talude de participar num encontro que terá diversas actividades (dança, almoço, debate,...) e que culminará com um debate sobre as múltiplas formas de precariedade e o modo como nos podemos organizar para as combater. Será certamente um momento de partilha de experiências importante para todos.

Dia 11 de Abril, Domingo, às 11h
Ponto de encontro: 11h na paragem de BUS (correios no Catujal)
Nota: 
Quem chegar atrasado, deve dirigir-se para a sede da AMRT: Estrada militar do Talude, nº 62




Como chegar lá:
  • PARTIDAS DO CAMPO GRANDE (saída oposta ao Estádio de Alvalade) - Apanhar o Bus da Rodoviária n.º 311 ( pedir para sair nos Correios no Catujal)  
  • PARTIDAS DA GARE DO ORIENTE (saída B para o exterior) - Apanhar o BUS da Rodoviária n.º 305 ou 309 (pedir para sair no Campo da Bola ou Correios no Catujal)
  • AVISO: o ideal é adquirirem pré-comprados pois comprar no Bus é muito caro.
  • COORDENADAS GPS: 38º 48' 34.71" N e 9º 06' 45.33" W


3 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  2. Eduardo,

    este blog é um espaço de divulgação e de discussão aberta, não serve para a propagação de comentários sexistas, homofóbicos, etc...

    ResponderEliminar
  3. Isso de apagar um comentário, deixar a identificação e depois insultar através do seu conteúdo percebido é bastante pidesco, ou, se preferir, soviético. Importa-se, se tiver coragem para isso, de assinalar em que é que o meu comentário é sexista, homofóbico ou etc? E, eu sei que é pedir demais, responder sem se fazer de sonso? Obrigado.

    ResponderEliminar